sexta-feira, 9 de outubro de 2009


Parei! Sigo em frente?
Quanto tempo mais suporarei ou me será permitido ficar?
Contemplo o que pode ser o último momento.
O momento da espera, da resposta que não vem...
Mas será que fiz a pergunta certa?
Foto tirada pelo meu filho Nicolas